terça-feira, 29 de setembro de 2009

Além do arco-íris...

video

Fiquei quatro dias fora. Foram oito ligações. Foram oito parênteses na saudade, como sempre são. Mas, em um destes parênteses, eis que a voz deste menino curioso que tanto se parece comigo me faz despencar para outra Luisa que um dia eu fui.

- Mãe, adivinha que personagem eu vou ser no recital da escola?

- Não sei, filho. Qual vai ser a peça?

- O Mágico de Oz. Adivinhou?

- Pela sua alegria... Acho que o Mágico.

- Isso! Não é incrível! Quando você voltar loca o filme para a gente ver juntos?

Sim. Eu loquei. E lá se foi o meu domingo em frente à televisão vendo o filme rodar em sépia para depois colorir, além do arco-íris. Me lembrei muito da menina que existia em mim e que acompanhava com olhos vidrados a décima exibição de Dorothy na sessão da tarde, enquanto imaginava fugas mágicas para as minhas tristezas infantis. Enquanto a música voltava na minha cabeça e as mãozinhas dele apertavam as minhas, ele me disse assim:

- Mãe, sabe do que eu mais gosto neste filme?

- Do mágico, claro!

- Não. É de quando ela diz assim: “Não existe melhor lugar no mundo do que a nossa casa!”

- É, também gosto muito desta parte.

- Mas bem que a gente podia morar atrás da lua.

3 comentários:

  1. atrás da lua? que delícia de lugar pra morar.

    parou pra pensar no qto vc tá lembrando da menina luisa esses dias???

    ResponderExcluir
  2. Luisa, eu já fui o leão! Num tempo onde somente o personagem era covarde e o arco-íris era um lugar onde os sonhos que eu ousava sonhar poderiam se realizar.
    Voltemos a ser crianças.
    Beijos.

    ResponderExcluir
  3. Não tinha escolha mais acertada. O Tomás é um mágico!

    ResponderExcluir